Postado em 09 agosto 2021

O que é a Lei geral da proteção de dados pessoais?

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Conheça a lei que controlam a coleta e o tratamento de dados, fazendo com que empresas e profissionais de marketing tenham mais atenção e criatividade em suas interações com clientes.

A Lei geral da proteção de dados pessoais (LGPD) foi criada com o intuito de proteger as informações pessoais e estabelecer regras para a coleta, tratamento e utilização dos dados fornecidos, sejam eles registrados em meio online ou não.

Sancionada em 2018, entrou em vigor em setembro de 2020, colocando o Brasil entre os 120 países que possuem lei específica para a proteção de dados pessoais. A legislação permitiu que empresas e organizações tenham um período de 18 meses para se adaptarem às novas normas, mas é importante que medidas sejam tomadas o quanto antes para que os usos de dados se encaixem dentro do que a lei impõe.

Os dados pessoais são qualquer informação que seja identificada ou identificável de qualquer pessoa e podem ser desde dados mais comuns como nome, endereço, telefone, documentos, como também informações mais específicas, como origem racial, posicionamentos políticos, religião, questões de saúde, até mesmo a biometria.

As empresas precisam se comprometer com a proteção da privacidade e segurança de seus clientes, o tratando com respeito e atenção. Utilizando de maneira responsável e dentro das diretrizes da LGPD, a empresa demonstra respeito ao cliente e conquista sua fidelidade e confiança.

O tratamento destes dados se caracterizam por todas as operações feitas com as informações, desde sua coleta até a maneira de utilização e controle. As bases legais impostas pela lei levantam hipóteses para tornar lícito o tratamento dos dados. Os pontos principais são os que focam no fornecimento com consentimento e o legítimo interesse do cliente em oferecer seus dados.

A LGPD acompanha de perto o uso dos dados pessoais sem nenhuma autorização ou com fins diferentes do que foi autorizado pelo cliente. O consumidor fica responsável por autorizar o tratamento de qualquer informação pessoal fornecida. O não cumprimento da lei pode acarretar a empresa multa, bloqueio ou perda dos dados e até a suspensão parcial ou total das atividades.

Empresas precisarão desenvolver suas atividades com mais inteligência e criatividade para ganhar LEADS e valorizar seus clientes. Os profissionais de marketing terão papel importante nessa missão através de métodos cada vez mais limpos e naturais para alcançar o público.

Para provocar engajamento e construir um relacionamento duradouro com os clientes, esses profissionais deverão pensar em estratégias com interações mais significativas e transparentes, oferecendo conteúdos cada vez mais originais e relevantes, selando um compromisso com o cliente.

Serviços como e-mail marketing e newsletter são algumas das opções que podem usar um banco de dados para gerar engajamento nos negócios, a partir de uma lista de contatos com permissão para contatá-los.

Entre em contato com a QR.com e saiba como podemos colaborar com sua empresa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Continue lendo

A digitalização do nosso dia-a-dia

Eventos virtuais: garantia de permanência pós-pandemia.

Você sabe o que é Inbound Marketing?

Receba conteúdos exclusivos sobre marketing direto por email.

  • Fale um pouco do seu projeto